O Quartinho

Atualizado: Jun 30



Vai um Quartinho aí?


E as novidades não param de acontecer nessa pandemia, claro que aqui, você só vai encontrar boas novidades na efervescente cidade musical e multicultural que é o Recife a capital da porra toda. Nós Pernambucanos e essa nossa mania de grandeza.


Até o que parece pequeno, aqui já nasce grande, como tantos projetos e artistas, cantautores que vemos brotar da lama do Capibaribe debaixo de um sol escaldante, que não queima não viu, torra! Talvez esteja aí e inquietação do Povo Pernambucano, na verdade já nascemos assim fluindo criatividade e com uma sede danada de deixar o que é belo fluir.


Como também é verdade que belos projetos podem nascer de um cubículo ou quarto pequeno que também chamamos de Quartinho que, aliás, o tanto de boas ideias que estão em processo de criação e projeção e com elas uma nova forma fazer a arte que surge desse momento, faz com que exista evolução, não só artística, mas espiritual também.


São de passos assim que percebemos que não precisamos de muito Quartinho¹ para desenvolver e apreciar o que é bom. É a luta do artista independente e de sua criatividade para evoluir que precisamos em dias nebulosos. O que seria da humanidade sem as formas de arte que o mundo nos apresenta? Nada!


Se bem que é fato, e pura verdade, que as coisas se desenvolvem melhor com um Quartinho² lavando a alma e purificando com confiança a verbalização na expressão artística de um grupo. É nesse momento que ideias se transformam em realidade, quando o “soro” da verdade é lançado corpo adentro e os pensamentos fluem em forma de mutação da ideia, depois de alguns copos americanos envenenados de lapadas, que já descem doce pela goela abaixo.


Agora você ter tudo isso de forma que consiga agregar ideias e desenvolver de fato projetos, precisa mostrar também organização, planejamento e persistência mútua, ainda mais quando se trata de pessoas ou no caso aqui, um grupo de Quatro artistas.

Podemos ler também esse grupo como um Quartinho, assim no diminutivo, mas grande na expressão de apresentar e transformar em música seu cotidiano e suas vontades, saudades seus quereres enfim o que queiram.


Tudo “Sem Pressa” de forma pura e transparente na inocência e competência de se apresentar para o mundo e fincar os pés na lama da Manguetow.


Domingo de 28 de Junho deu de cara para o mundo o grupo musical O QUARTINHO que veio embalado da primeira música “SEM PRESSA” que você pode conferir nas mídias sociais da banda. E que você curte ela na íntegra aqui em nosso.


O clipe de Sem Pressa, ta uma belezura e apresenta bem a deia que o grupo quer passar com seu formato simples e autêntico, que mostra em imagens um Recife poético, em imagens lindas e nostálgicas, se você não consegue ver o belo no clipe é por que deve ta precisando tomar umas e lavar com um Quartinho.


Vida longa a esse projeto que já conquistou espaço na minha Play List.


O Quartinho é:

Carlos Eduardo (Cadu): voz, guitarra e teclado

Bezerra: baixo e voz

Manoel Malaquias: bateria e voz

Pedro Vilela: voz principal, guitarra e teclado


E aí, vai um Quartinho? Ou vai de O Quartinho.


Ficha técnica Composição:

O Quartinho + Willams Robert Pereira

Produção musical: Manoel Malaquias

Direção e edição de vídeo: Willams Robert Pereira

Direção de arte: Samuel Caleb

Produzido entre março e junho de 2020 em Recife e Caruaru.


1* Moeda de ouro portuguesa no valor de 1.200 réis (a quarta parte da moeda de 4.800 réis).

2*Cachaça servida em copo americano

48 visualizações

© 2019 por Quintalcast

  • Deezer ícone social
  • Spotify ícone social
  • Instagram
  • SoundCloud ícone social