Luiz Lopez

Atualizado: 4 de mar.



O disco Visceral produzido em 2016 por Luiz Lopez foi um dos primeiros contatos imediatos que tive nesse começo de pandemia. Luiz é o guitarrista da banda do Tremendão, isso ele mesmo, o gigante gentil e um dos maiores nomes da música brasileira. Por gostar das músicas do Erasmo fiquei sabendo da banda Filhos da Judith, bandas dos irmãos Luiz Lopez e Pedro Dias. Quem ainda não escutou, por favor não perca esse oportunidade.


Durante esse processo pandêmico tive a oportunidade de conhecer Luiz e trocar umas ideias, um cara super humilde e da paz. O disco "Visceral" de 2016 que saiu pelo Selo "Toca Disco". Foi uma bomba na minha cabeça de imediato e não parava mais de escutar o biscoito completo.


Ele é literalmente Visceral e instigante, Luiz conseguiu extrair de muita gente grandes sentimentos com esse trabalho, tenho certeza disso. Depois de tanto escutar acabei escrevendo algumas coisas sobre o que o disco Visceral conseguia transmitir para mim, é uma visão minha que tenho da obra completa que mexeu com o meu interior. Sem falar que é um puta de Disco de Rock.


Fé é preciso ter fé.


É necessário buscar e entender o centro dos problemas e olhar mais o mundo ao nosso redor. Nem todas as pessoas são iguais, não somos perfeitos como pensamos que somos. Todos nós precisamos nos concentrar e agir como o irmão tempo e sua paciência necessária. O Tempo inevitavelmente passa para todos nós, você queira ou não. Saber enfrentar o sofrimento enquanto dura essa jornada faz com que ganhemos em experiência, buscamos aprender com as dificuldades impostas. “Isso se chama evolução”.


Nunca transformar os problemas em algo maior do que eles realmente representam e ter o cuidado com o poder das palavras, elas podem transformar qualquer marolinha em TSUNAMI. Quando você externa a energia, ela volta mais forte em intensidade. Então que sejam energias boas e positivas.


Como você quer receber essa energia?


Se vai doer, que doa menos.

Concentre-se uma vibração ruim emanada no universo pode matar uma “Panapaná” inteira do outro lado do planeta. Pior pode encontrar algum corpo aberto de uma criança, ou idosos ou qualquer pessoa de espírito despreparado. Sem falar que seu “EU” pode adoecer e morrer lentamente com essas energias. O que você fez ou faz pode ser o grande diferencial em sua vida.


Não se alimente de mentiras, ou noticias falsas que irritam e instigam seu lado ruim fazendo assim desejar o mal alguém. Por mais que o mundo ache merecido. Mas se alimentar e se banhar de coisas ruins é manter essa força negativa em seu corpo e no seu ambiente, afetando quem tanto você quer bem.


Aceitar e agir possibilitando um novo recomeço. Não pare! O amanhã vai chegar e você tem que está pronto para ele, mesmo não sendo racional a luta é permanente. A luta deve ser sonora com tudo que existe no mundo, pessoas, plantas, animais, com a luz que nos cobre durante o dia e a noite que nos faz descansar preparando o corpo para o amanhã. Não devemos dar chance para o erro, NÃO, de novo NÃO.


A luta continua companheiros sempre!


-------

Texto baseado nas músicas do disco “Visceral” do músico e multi-instrumentista Luiz Lopez. Nunca é tarde para fé nem para sabedoria, muito menos, para resistência.

Por: Alê Neres

Essa é nossa dica de hoje: Luiz Lopez.