Jacinto - Cantautora Independente



A poesia renova, instiga, esclarece, politiza, purificando a alma em dias escuros, tempos nebulosos fatídicos e cobertos de egoísmo. Negacionismo é a minha palavra da vez. (Igual aos caretas que andam nas ruas sem máscaras, acho que pelo simples fato de serem mascarados).


Fico alegre em ver que a única coisa que evolui no mundo é de fato a arte, em qualquer forma que ela se apresente. Alias, é ela que nesse momento salva as pessoas desse planeta. É como se fosse um aguilhão pontudo manobrando, na verdade, afastando o mal e todo dia renovando as nossas esperanças.


Recalcitrar e acompanhar esse movimento são avanços precisos e necessários para se levantar e esmurrar os desmascarados com mascaras, os novos fascistas, que negam o lindo, o belo e principalmente a ciência. Música é uma ciência que é estudada e que cura.


Hoje eu tomei conta da poesia cantada de Jacinto que é cantautora independente e tem uma coisa que me encanta em sua estética musical que me faz retornar e beber em várias referências. Sempre, mais e mais uma vez e nem sei por que, só sei que sinto e nunca negarei meus sentimentos. Ainda mais quando é uma beleza que há muito não escutava.


Convido você a conhecer, e se já conhece, a multiplicar o que é uma lindeza de poesia cantada. Proporcione a um amigo esse conhecimento. Faça igual ao Cadu do O Quartinho, apresente um artista independente para quem você gosta. Não é só uma indicação, esse tipo de coisa é mais que um presente é uma prova de bem querer ao próximo e multiplicar o bem maior nesse momento obscuro é o que precisamos.


Olha o Canal dela aqui!

72 visualizações

© 2019 por Quintalcast

  • Deezer ícone social
  • Spotify ícone social
  • Instagram
  • SoundCloud ícone social