top of page

Bala Desejo

Atualizado: 31 de dez. de 2022



Eu digo sim!


Quero cantar e matar minhas vontades, viver! Tenho muito para lamber, muito para acontecer, viajar, deixar, transformar, ser incisivo, penetrante e forte até meio que cirúrgico. O mundo pode acabar logo ali na esquina de uma rua qualquer ou ao lado de uma máquina que faz barulho para caralho. Morrer sem projetos realizados, sem o amor da sua vida ao lado, ou sem seus filhos criados por completo, sem saber da lembrança deixada: é esse objetivo da vida?


Ter o prazer de escutar o novo, se permitir resolver, na mudança da vida, os defeitos. Tudo é começo: belo, perfeito e imperfeito. A mudança é renovadora e não se pode ter medo de cruzar a avenida da vida, com seus carros e obstáculos e com a necessidade de chegar ao outro lado. Deixa a onda bater no peito e empurra esse marzão na raça, sem recuar, com estratégia e muita vontade de romper essa água salgada e energética. A história é navegar nela e não ser jogado para trás. Não demorar, não procrastinar nem deixar o sofá tomar conta da sua vida. Será preciso bem mais vontade para encarar, levantar e cantar, desejar, sacar e atirar balas de desejos na vida, no mundo, na ferida. Ter fome, sede de tudo que é belo e perfeito sem medo ou arrodeio, ser direto, pontual e exageradamente senhor de tudo, deixar a porra do ego tomar conta e seguir aproveitando o momento.


Vamos voar? Gorjear até ficar exaustos, felizes e satisfeitos. Eu digo sim, sim, sim! É proibido proibir! É preciso acreditar no futuro depois de momentos exacerbados. Tudo é começo, visão. Faça seu recomeço, diga sim e não pare de acreditar no bem maior: o amor. Ter fome de tudo e de todos, bala desejo, por tudo na vida, por sua vida, pelo sangue que escorre com seu gosto de ferro, mantenha o amor, o sangue olhos, a vontade de esganar, a porra do tempo, quebre todos os paradigmas!


Eu digo sim, sim, sim. Eu digo bala, você diz desejo.


Bala Desejo!


Troco uma bala por seus desejos, por seus mais puros desejos!


Não se preocupe, o novo sempre vem!





2 comentários

2 Comments


Rodrigo Veríssimo
Rodrigo Veríssimo
Dec 29, 2022

Gostei, que som gostoso!

Like

Unknown member
Dec 29, 2022

Sim a vida, ao amor, ao estar bem...boa reflexão.

Like
bottom of page